Novos Padrões do INMETRO

O que é o INMETRO?marca_inmetro-1

O INMETRO tem como missão fortalecer as empresas nacionais através da disponibilização de instrumentos essenciais à melhoria da qualidade de seus produtos e serviços. Para isso, o INMETRO congrega as competências necessárias para a elevação dos padrões de qualidade da indústria nacional, fundamentais para o aumento da sua produtividade e competitividade.

Novidades do INMETRO para as baterias de motocicletas.

Em 01 de Janeiro de 2016, entrou em vigor a Portaria nº 199 de 2015 do INMETRO, onde todos os fabricantes e importadores de baterias para motocicletas devem atender vários requisitos para que possam continuar a comercializar seus produtos sem maiores problemas. Clique no botão abaixo para fazer download do documento publicado pelo INMETRO.Portaria 199 de 2015 - INMETRO

Essas novidades do INMETRO são positivas ou negativas?

thumbs-up1Sem dúvidas todas essas novidades são muito boas principalmente para facilitar a escolha do consumidor na hora da compra.

Atenção ao peso das baterias

Agora os fabricantes são obrigados informar o peso no rótulo do produto. Informação de muita importância, pois para que uma bateria tenha determinada capacidade se faz necessário que ela tenha um peso. Assim quando o consumidor comparar potencias e pesos ele terá a certeza de que está comprando o produto adequado a sua realidade.

Atenção para a capacidade das baterias

Outra regra importante é que os importadores e fabricantes devem informar o CCA (capacidade de partida a frio) da bateria. Deve ser informado o tempo que a bateria vai aguentar quando for submetida a corrente de partida de 10 vezes a capacidade nominal informada no rótulo depois de 10 horas de permanência a temperatura de 10º graus.

Exemplo simplificado: Uma bateria com 10 Ah deve ser submetida a corrente descarga de 100 Amperes, os segundos que foram contados para que a tensão da bateria caia até os 6 V é o que o  fabricante deve infomar.

As baterias teck power estão dentro das regras do inmetro?

Sim, as baterias da teck power estão em conformidade com as exigências do INMETRO. Considerando que a capacidade da bateria e o seu CCA são características muito importantes, nós da Teck Power nos adequamos a não só estes 2 destaques mas sim a todos os padrões exigidos pelo INMETRO para garantir que nossos clientes tenham nossas baterias na melhor qualidade possível.

slider-c

Fale conosco!

Estamos ansiosos para te conhecer, clique no
botão abaixo e entre em contato conosco!
btn

 

Leia Mais

Victory Octane bate recorde de burnout nos Estados Unidos

O piloto Joe Dryden, membro do time de stunt (manobras) da Victory, detém agora o Recorde Mundial do Guinness de maior distância queimando o pneu traseiro de uma motocicleta (o famoso burnout). O pneu traseiro da Victory Octane “sobreviveu” durante 3,58 quilômetros no circuito Orlando Speed World, nos Estados Unidos, antes de estourar, mas foi o suficiente para moto e piloto estabelecerem o novo recorde.

No vídeo fica nítido o marketing por trás da ação, até porque a Octane acabou de ser lançada e precisa de divulgação. A impressão que fica é que qualquer motocicleta com a mesma potência e equipada com um bom conjunto de freios pode atingir – ou até passar – estes números. Ainda assim, ninguém até agora arrastou o pneu traseiro tão longe na presença de um membro do Guinness, então Dryden pode ostentar seu título.

A Octane está equipada com um V-Twin de 1.179 cm³ e refrigeração líquida, capaz de produzir 104 cavalos de potência a 8.000 a rpm e entregar um torque máximo de 10,9 kgf.m aos 6.000 giros, sendo o maior e mais potente propulsor já construído pela Victory. Segundo a marca, o motor foi aprimorado – cilindro com 73.6mm de curso – para girar mais e tem o corpo do acelerador (de 60mm) mais curto, tudo para se parecer mais com uma moto esportiva do que com uma custom americana – ainda de acordo com a marca, a  Octane faz de 0 aos 100km/h em menos de quatro segundos.

Confira o vídeo:

Fonte: Revista Duas Rodas

Leia Mais

UberMOTO estreia na Tailândia

42c234a6068a26c00c32e5e44ba18a0d

Enquanto enfrenta protestos no Brasil e no mundo, o aplicativo de transporte privado Uber resolveu investir na Ásia.

A ideia de moto táxi não foi muito bem aceita no mundo ocidental. Com algumas exceções na América Latina, normalmente em lugares que o Estado não se faz presente, o Ocidente vê este conceito como novidade, enquanto o Sudeste Asiático, principalmente, utiliza este serviço como uma forma eficaz e acessível para encarar os engarrafamentos maciços presentes nos países em desenvolvimento.

Com tamanha demanda, soa óbvio o aparecimento de meios que ajudem no transporte e ainda tragam lucro para os prestadores. Foi assim que o UberMOTO chegou a Ásia. A concepção é a mesma: um sistema de táxi no mesmo esquema do Uber que conhecemos no Brasil, que permite chamar um veículo no conforto no smartphone, só que ao invés de um carro, chega uma moto para lhe buscar.

Por enquanto os serviços do UberMOTO estão restritos a Bancoque, mas se a iniciativa for bem sucedida deve atingir todas as metrópoles do mercado asiático, segundo a empresa. Aqui no Brasil nós temos algumas experiências com moto táxi em comunidades afastadas, favelas com grande número de habitantes e cidades menores, localizadas no interior.

Fonte: Duas Rodas

 

 

Leia Mais

Por que motociclistas usam caveiras em seus brasões e personalizações das motos?

12647549_452379924966445_6350244125730999038_n

A caveira tem diferentes interpretações em vários segmentos. Para o roqueiro é uma coisa, para o místico é outra, para o religioso outra. Mas, dizer que para o “motociclismo” simboliza a igualdade, é um grande erro! De forma geral a figura da caveira significa “Perigo”. Esse é seu simbolismo universal!

O motociclismo sempre gostou do uso da caveira, normalmente ligado à força, risco, perigo. Nos moto clubes tradicionais, cada um tem seu significado para a caveira, normalmente só conhecido pelos membros do próprio clube.

Nunca em tempo algum a figura da caveira teve no mundo das duas rodas essa conotação, quem criou isso simplesmente atropelou a verdadeira história e com certeza, em tempos de politicamente correto, vai conseguir destruir parte dela.

Leia Mais

Aproveite o Carnaval com segurança sobre duas rodas

O feriado do Carnaval, que acontece nesta semana, será a ocasião ideal para muita gente pegar a estrada e aproveitar os dias de folga, mas é preciso lembrar que esta é uma época que demanda muito mais cautela no trânsito.

Por reunir uma quantidade extra de veículos nas rodovias e estradas do Brasil, o feriado deixa os motoristas e motociclistas mais vulneráveis a acidentes, por esse motivo o percurso deve ser realizado com ainda mais atenção sobre duas rodas.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a atitude dos condutores ainda é o principal motivador de acidentes nas rodovias, fato que reforça a importância de sempre usar equipamentos de segurança e manter-se focado na pista. Outras recomendações envolvem o planejamento detalhado da viagem também no que se refere às condições do clima, à distância a ser percorrida e à programação de pausas para descanso.

Nessa época, o consumo de bebidas alcóolicas é outro elemento muito presente, apesar das campanhas incansáveis para prevenir este ato irresponsável. Um destes alertas está presente na Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), organizada pelo Ministério da Saúde. O estudo revela que cerca de 24% dos brasileiros continua a assumir a direção mesmo após ingerir álcool, em franca desobediência à lei e à vida, comportamento que infelizmente tende a aumentar com a chegada do Carnaval. A orientação é clara e os números preocupantes. Aliar álcool e direção é um passo adiante para o perigo.

Decisivas na ocorrência e gravidade de incidentes, as condições dos veículos, sejam motos ou carros, também precisam de vigilância. Checar os faróis, pneus, motor, óleo, combustível, kit de ferramentas é fundamental. Para o diretor e especialista em trânsito da Perkons, Luiz Gustavo Campos, o ideal é que eventuais impasses no veículo sejam solucionados antes mesmo de serem concretizados. “O condutor responsável é aquele que previne e minimiza as chances de estar envolvido em acidentes”, completa.

Conforme Campos, falhas mecânicas elevam a possibilidade dos carros e motos pararem repentinamente em locais despreparados para esta circunstância, o que além de gerar incidentes, pode alongar as filas de congestionamento, típicas do feriadão. Do mesmo modo, são essenciais o respeito aos limites de velocidade exibidos nas placas ao longo da via e às regras de transporte para crianças menores de 10 anos, definidas pela Resolução 277 do Contran.

Telefones úteis:
Corpo de Bombeiros – 193
Policia Militar – 190
Polícia Rodoviária Federal – 191
Polícia Rodoviária Estadual – 198
Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU (pronto-socorro) – 192

Fotos: Divulgação

Fonte: www.moto.com.br

 

Leia Mais

Dicas para andar na garupa da moto com segurança

Manter a postura certa é fundamental para evitar acidentes

Levar alguém na garupa da moto requer alguns cuidados para garantir que tudo corra bem. Com um passageiro, a motocicleta fica mais pesada e os processos de aceleração e frenagem mais lentos. A postura correta de quem pega carona é fundamental para equilibrar o veículo e deixar o passeio seguro.

Se o garupa for inexperiente, o condutor precisa ensinar a ele como se portar, mas isso não é problema para as mulheres que dirigem bonito. A especialista em psicologia do trânsito Salete Romero explica que os pés devem ficar retos, paralelos ao solo, e as pernas presas junto ao corpo do piloto, nunca soltas ou arqueadas.

Piloto, passageiro e motocicleta devem funcionar em conjunto. “Os três tem que fazer o mesmo movimento, como se fossem um corpo só”, explica. O passageiro deve segurar na cintura do condutor, e não na parte de trás da moto. “Se o garupa segurar na parte traseira, ele se isola do conjunto e dificulta as manobras, principalmente nas curvas. Ele deve segurar o condutor pela cintura, pode abraçar mesmo, sem vergonha. No trânsito, o mais importante é a segurança”, enfatiza a profissional da Condu, empresa especializada em segurança no trânsito.

Erros comuns

De acordo com ela, um dos erros mais comuns cometidos pelos caronas é tentar compensar o peso da moto nas curvas. “Muitas vezes o motorista vira para a esquerda e o garupa joga o corpo para a direita. Ele acha que está fazendo um bem, mas a verdade é que a moto é muito instável. Se os três não agirem no mesmo sentido, o risco de acidente é grande”, afirma.

Capacete: uso obrigatório

Item indispensável para piloto e passageiro, o capacete precisa estar bem afivelado, ou pode se desprender no caso de uma queda. Salete também chama atenção para o estado de conservação do equipamento. “O capacete reserva precisa estar sempre em bom estado de uso. Muitas vezes o piloto troca de capacete e deixa o velho guardado para emprestar ao passageiro. Não pode, esse é um item de máxima segurança. Se o capacete não está bom para você, também não vai estar para o garupa”, finaliza a profissional. Agora é só colocar as dicas em prática e espalhar ainda mais charme no trânsito.

 

Leia Mais

Estudo revela que andar de moto faz as pessoas mais felizes

Um estudo realizado recentemente na Inglaterra pelo renomado instituto ICM Researchpara a revista Gardener’s World revelou que andar de moto é umas das atividades de lazer que mais traz alegria às pessoas. Respondida por cerca de 1.500 entrevistados, a pesquisa trazia outras opções de hobbies, como nadar, dirigir um carro, correr, pescar e acampar, desbancadas pelo prazer de estar sob duas rodas.

As vantagens de andar sobre duas rodas

AS VANTAGENS DE ANDAR SOBRE DUAS RODAS

Muita gente alivia o estresse e se sente renovada quando pilota uma moto por ruas, avenidas e estradas. Entretanto, os benefícios da atividade não se concentram somente em desanuviar a cabeça. Há muitas outras vantagens para os amantes das duas rodas, tanto para a saúde quanto para o bolso.

Veja algumas delas:

1) Ganho de tempo

Motociclistas não se assustam com congestionamentos, pois conseguem percorrer as vias mesmo quando o tráfego está intenso e há filas de veículos parados ou andando lentamente. Com isso, a moto torna-se o veículo mais rápido entre os demais, economizando tempo. É por este motivo que muitas empresas utilizam motoboys para realizarem suas entregas.

2) Estacionamento fácil

Mesmo com variações no tamanho, as motos são, em sua maioria, menores que outros veículos motorizados. Isto facilita o estacionar, especialmente na rua, poiscabem em praticamente qualquer vaga de estacionamento.

3) Baixo investimento e manutenção

No geral, as motos têm o valor mais baixo que os carros, mesmo quando comparadas aos modelos de veículos mais básicos e populares. Além disso, no momento da manutenção, a diferença também pesa no bolso, uma vez que mão de obra e peças têm um valor menor se equiparados aos dos veículos automotivos.

4) Economia de combustível e menos poluentes no ar

Uma moto de 150 cilindradas pode rodar mais de 30 quilômetros com apenas um litro de combustível, enquanto um carro econômico faz até 10 quilômetros com a mesma quantia de combustível. No orçamento mensal, qual delas pesa mais? Além disso, por usar menos combustível, também lançammenos poluentes na atmosfera.

5) Queima calorias e fortalece os músculos

Em uma hora, andar de moto gasta cerca de 150 calorias. O número aumenta para 400 quando se pratica motocross no mesmo período. Já os pilotos de motociclismo queimam 600 calorias a cada hora durante treinos e corridas.

A musculatura é trabalhada e fortalecida por conta do esforço ao dirigir contra o vento, manter o peso e o equilíbrio da moto e realizar as manobras necessárias, entre outras ações. Lombar e abdômen são beneficiados e fortalecidos quando o condutor dirige com a postura correta.

6) Auxilia na atividade cerebral

De acordo com estudo do neurocientista japonês Ryuta Kawashima, em comparação aos motoristas de automóveis, as funções cognitivas dos pilotos de motos são beneficiadas. Isto acontece uma vez que dirigir moto requer alto nível de atenção, o que estimula o cérebro, melhorando seu funcionamento.

Andar de moto também é uma experiência comparada à meditação, proporcionando bem-estar aos pilotos.

Fonte: Blog Suhai Seguradora

Leia Mais

7 DICAS PARA CURTIR SUA MOTO SEM PERIGO

Conheça atitudes valiosas para aumentar sua segurança na motocicleta

Boa parte dos acidentes pode ser evitada se o condutor da motocicleta estiver preparado e atento aos possíveis imprevistos do trânsito.

Para garantir tranquilidade e segurança na pista, confira 7 dicas simples de serem seguidas:

Equipamento de segurança

1. Sempre saia com capacete, tanto o condutor quanto o passageiro. Os modelos com adesivo refletivo facilitam que você seja visto por outros motoristas.

2. Se possível, procure usar pelo menos uma peça de roupa mais clara. Este cuidado facilita que sua motocicleta seja vista por todos.

Comportamento do motociclista

3. Procure manter o farol aceso também durante o dia para facilitar que os motoristas de carros e veículos grandes possam vê-lo.

4. Fuja dos pontos cegos dos outros veículos e prefira manter-se à direita em pistas rápidas.

5. Mantenha distância segura do veículo à sua frente e, conforme a velocidade aumenta, amplie ainda mais este espaço entre vocês.

Atenção nas pistas

6. Estradas com pouca manutenção ou que são antigas pode ter pontos de desgaste na junção de placas de concreto – o que rapidamente se transforma em armadilha do trânsito. Fique atento a estes locais para que possa desviar ou atravessar com cuidado.

7. Cascalhos na pista que ainda não se misturaram com a terra dificultam o equilíbrio e o controle da motocicleta. Procure manter aceleração constante e evite frear sem motivo.

Leia Mais

Como aumentar a vida útil dos pneus da moto

pneuOs pneus são componentes importantes no desempenho da moto e na segurança do motociclista. Eles possuem uma vida útil que varia de acordo com o tipo de pneu e de moto, mas muitas vezes acabam sendo esquecidos pelos seus proprietários. Seguindo algumas dicas e cuidados básicos é possível aumentar de forma significativa a durabilidade e a vida útil dos pneus, bastando tomar alguns cuidados. Confira!

 

 

 

Calibragem Correta

Os pneus são os únicos pontos de contato da moto com o solo e a calibragem impacta diretamente na durabilidade dos próprios pneus, no consumo de combustível e na segurança do motociclista e deve ser feita de acordo com as especificações do fabricante da moto. A primeira regra é ler o manual, onde estão as informações sobre a calibragem correta, que deve ser feita pelo menos uma vez por semana. Além disso, no manual são encontradas algumas particularidades específicas em relação ao pneu que podem comprometer o desempenho da moto. Algumas motocicletas têm um adesivo, normalmente na lateral, onde pode ser encontrada a calibragem correta de acordo com o peso que a moto vai transportar.

A hora certa de trocar os pneus

A maioria dos fabricantes de motocicletas indicam que os pneus durarão cerca de 10 mil km nas motos esportivas, enquanto que nas motos custom (conheça os diferentes modelos aqui) devem rodar cerca de 12 mil km. Mas muitos fatores podem aumentar ou diminuir o tempo de uso e o desgaste, como a forma de conduzir a moto, o tipo de piso e ocorrências que provocam bolhas e cortes.

Para saber a hora certa de trocar os pneus é preciso ficar de olho no indicador que é conhecido pela sigla TWI (Tread Wear Indicador). É uma pequena saliência que fica localizada entre os sulcos dos pneus e serve como indicador de desgaste da banda de rodagem. Quando os sulcos dos pneus atingirem a profundidade de 1,6 mm, o que é indicado pelo TWI, significa que está na hora de trocar os pneus. Também é importante ficar de olho no desgaste dos pneus porque, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, conduzir um veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança, sujeita o condutor a multa e retenção da moto.

Outra informação importante é que a legislação brasileira proíbe em motos o uso de pneus reformados, o que inclui pneus frisados, riscados, recauchutados, recapados e remoldados.

Na hora de trocar os pneus fuja de montagens manuais por borracheiros não habilitados e que não tenham equipamentos adequados. Uma montagem inadequada pode danificar o talão (friso de aço lateral) e comprometer a segurança do motociclista. Portanto, para garantir a qualidade, opte pela montagem por borracharias ou empresas especializadas.

Escolha o pneu certo

Nunca use um pneu que não seja adequado para o seu tipo de moto. Muitos motociclistas fazem uso de outros pneus para valorizar a estética ou buscando preços mais baixos, mas isso acaba comprometendo a segurança, a durabilidade dos pneus, o consumo de combustível e o desempenho da moto.

De olho nas rodas

Além de ter o pneu certo, é importante que as rodas passem por uma análise rotineira e um balanceamento, assim é possível acompanhar o desgaste e prevenir imprevistos na estrada. As rodas são importantes componentes da motocicleta que interferem na segurança do motociclista, na durabilidade dos pneus e no desempenho da moto, portanto, também dever receber especial atenção e nunca devem ser trocadas por outras diferentes das especificações do fabricante da motocicleta. O mesmo vale para as câmaras de ar, que vêm sendo gradativamente eliminadas com a opção cada vez maior pelos pneus sem câmaras. Elas devem ser específicas para cada roda e pneu.

Fonte: Aline Mattos para o site Viagem de Moto

Leia Mais

Motivos para Viajar: 10 Razões para pegar a estrada

Motivos para Viajar: 10 Razões para pegar a estrada

Muitas pessoas não entendem os motivos para viajar. O argumento principal para deixar de fazer uma viagem é a quantidade de dinheiro que elas gastariam e que viajar não traz nenhum retorno. Também já ouvimos outros argumentos como “eu prefiro sempre ir para a praia” ou o mais recente “eu consigo ver todas as paisagens pela internet”. Cada pessoa tem os próprios motivos para não viajar. Os viajantes, no caminho inverso, tem os seus motivos para viajar e listamos abaixo 10 motivos principais para você se juntar a nós:

1. “Wow”: você já teve aquela experiência “wow” ao ver uma paisagem ou encontrar alguma pessoa? Quando você viaja esta experiência se torna constante. E o melhor, ela não é repetitiva. Cada experiência é diferente e você estará sempre em busca de novas experiências. Todas elas (boas ou ruins) farão você se sentir mais vivo e parte deste mundo.

2. Fugir da rotina: você trabalha o dia todo, estuda, vai para casa, dorme e no dia seguinte faz as mesmas coisas. Aquele feriado chega finalmente chega e você vai para…a mesma praia de sempre !!! Não estou falando que as praias sejam ruins, mas você já pesquisou outros lugares para visitar? A maioria das pessoas vive tanto na base da rotina que suas vidas se tornam um livro de apenas um capítulo.

3. Vivenciar diferentes culturas: viver em um local por um longo tempo (toda a sua vida) te dá uma falsa sensação de que todos possuem os mesmos costumes. Se aventurar por outros países com diferentes culturas faz sua mente se abrir.

4. Adaptação e improviso: em uma viagem nem sempre existe um plano fixo ou rotina. Mesmo que você planeje muito bem, você precisará fazer alguns improvisos e adaptações para conseguir o que precisa. Você levará este aprendizado por toda a sua vida e poderá aplicá-lo diariamente nas suas atividades.

5. Fazer novos amigos: algumas pessoas reclamam que não viajam pois não tem amigos. Viaje sozinho e você conhecerá muitas pessoas viajando pelo mundo. As chances são enormes de você fazer novos amigos em outros países e até poderá encontrar com eles novamente em outras viagens.

6. Encontrar a paz interior: você poderá encontrar a paz interior se esquecendo das distrações diárias de sua vida. Apenas se conecte ao ambiente que você estiver e curta o momento.

7. Ter novas perspectivas: sabe quando você conversa com um amigo que te conta uma história e faz você perceber algo que você não via antes? Já pensou que esta história pode ser a vida de um viajante que faz você se dar conta de que a sua própria vida pode ser diferente? Viajando você verá o mundo e conhecerá diferentes culturas e pessoas. Você aprenderá muito sobre você mesmo e suas expectativas e objetivos na vida podem mudar completamente.

8. Reduzir stress: talvez as coisas sejam estressantes no seu trabalho. Viajar é a melhor maneira de focar no presente e deixar os suas preocupações de lado. Você se sentirá renovado após uma boa viagem.

9. Ampliar os horizontes: há quase 200 países no planeta. Viajando você terá muitas opções de onde ir, quanto tempo ficar e o que fazer. Você pode ir e se aventurar, praticar esportes, aprender a cultura local ou apenas relaxar. Viaje e amplie suas horizontes, viva suas possibilidades.

10. Aprender um novo idioma: um idioma diferente adiciona diversidade ao seu mundo. Já vi até alguns relatos de pessoas que aprenderam espanhol em um mochilão de alguns meses pela América Latina. Vá para um país que você não conhece o idioma e tente aprender algumas frases.

E você? Quais são os seus motivos para viajar?

Foto: Lourivalde Vieira (Catariana)

Fonte: Blog Bike Road Tour

Leia Mais